Identifique o grau de inadimplência da sua empresa e veja as possíveis soluções

26/2/2019
08:51

     No Brasil, a inadimplência tem aumentado nos últimos anos, batendo recordes exorbitantes nos indicadores. Em 2018, o número de devedores chegou a 40,3% da população do país, o que corresponde a 61,8 milhões de pessoas.

     Desse modo, poucas empresas conseguem ter em suas base apenas clientes que ficam de fora dos índices apontados. Por isso, preparamos um quiz com perguntas para que você possa identificar o grau de inadimplência de sua empresa. Além disso, apontamos possíveis soluções para contornar a situação.

 

Responda:

Você possui clientes que costumam realizar os pagamentos de forma antecipada?

Você possui clientes que costumam realizar os pagamentos na data de vencimento?

Você possui clientes que costumam esquecer a data de vencimento da fatura e acabam atrasando o pagamento?

Você possui clientes que deixam de pagar a fatura por mais de um mês?

Você possui clientes que deixam de pagar a fatura por prazo indeterminado?

 

Caso você tenha respondido de forma assertiva apenas a 1ª pergunta, parabéns! Sua empresa está no caminho certo e tem mantido os índices de inadimplência lá embaixo.

Caso você tenha respondido de forma assertiva a maior parte das demais perguntas, fique atento! Você pode estar precisando de uma ajudinha no controle da inadimplência!

 

Vejamos agora 3 pontos que podem ajudá-lo nessa questão.

 

3 possíveis soluções para reduzir a inadimplência da sua empresa:

  • Oferecer formas de pagamento diferenciadas e vantagens exclusivas para quem mantém suas contas em dia.

  • Faça seu cliente se sentir importante! Mantenha um relacionamento junto a ele através do contato fornecido. Assim, ele poderá desenvolver um afeto por sua marca, colocando-a como prioridade quando for dividir o orçamento entre as contas a serem pagas.

 

     Manter-se livre da inadimplência, hoje, é um grande desafio para as organizações, assim como aumentar a receita através da recuperação do valor devido pelos clientes em atraso. Por isso, deve-se sempre avaliar quais as melhores alternativas para a sua empresa.